quinta-feira, 27 de abril de 2017

Crepes gourmandes


Eu postei no instagram e no facebook uma foto do filhote fazendo crepes e muita gente quis a receita. Nas redes sociais é difícil achar uma coisa, então resolvi ressuscitar o blog empoeirado após os pedidos da receita do “atelier culinário” com Noah.
Receitinha de hoje testada pelo petit chef, Noah, que sempre viu tanto a mim quanto ao pai na cozinha. Já tem seu avental e sempre gosta de ajudar e misturar. A coisa tá ficando séria, pois pouco depois fazer 5 anos disse que quer aprender a cozinhar e não quer só ajudar, afinal ele é um menino médio.(rs) Eu fiquei quebrando a cabeça sobre o q ele podia fazer 100% sozinho e cheguei a algumas idéias. Porém, saindo de escola tinha uma mesa com uma pilha de crepes, waffles e Nutella. Eu doida pra comer bolo de chocolate propus de fazer bolo ou crepe, porque quase sempre dou opção, e ele escolheu crepe. Só que embora eu faça bastante coisa na cozinha crepe eu só como, o francês da casa que faz ou então quando minha sogra vem. Eles não tem receita, não tem medidas e eu até tentei fazer, mas na segunda catástrofe me rendi. Desisti de fazer massa de crepe. Posso até cozinhar, mas a massa não mais. Entretanto isso foi até segunda. Agora faço crepe e modéstia parte bem bom!
Catei meu livrinho Ladurée que é lindo, e eu não ganho nada pra falar dele, mas é lindo meeesmo, de veludo com fotos lindas numa caixinha fofa e peguei a receita e fomos pra cozinha.
Obviamente não segui a receita a risca, por falta de ferramenta ou material mudei umas coisas. O fouet sumiu e foi substituído pelo mixer até porque era garantia do Noah fazer sem empelotar.


Vamos a receita original  Ladurée e em seguida o que fizemos
1 laranja / não tinha
165gr de farinha tipo 45
40gr de açúcar
4 ovos / só colocamos três ovos achei 4 muito
50ml de leite / não medi os ml usei pra compensar a falta do ovo acho q foi aproximadamente uma xícara
40gr de manteiga
1 colher de sopa de óleo / usei de girassol
1 colher de sopa de rum (facultativo)
1 colher de sopa de Cointreau (facultativo) / n tinha e não sou muito fã de laranja


Fazer raspas de laranja. Peneirar a farinha e colocar numa tigela, adicionar açúcar as raspas de laranja, os ovos e progressivamente o leite misturando com um fouet. Derreter a manteiga e incorporar a mistura com o óleo e o álcool, se for utilizado. Deixe descansar uma hora em temperatura ambiente. Depois é só pegar sua frigideira ou sua panela de crepe passar manteiga e fazer as crepes.


Nosso modo de preparo

Pesamos a farinha e o açúcar. Ficamos procurando o fouet e não achamos. Decidi fazer com mixer pra não ter pelotas já que uma criança sem fouet com certeza deixaria carocinhos de farinha. Ele quebrou direitinho os 3 ovos e peneiramos a farinha e o açúcar juntos acrescentamos meia xícara de leite e mix, depois manteiga derretida, óleo e rum. Achei meio espessa e fui botando mais leite até dar o ponto. Que é quase líquido um líquido grossinho. Não esperamos uma hora fizemos na hora e ficou muito bom.

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Cardápio semanal : 4ª semana fazendo diferente

Vamos a quarta semana, com bastante atraso...
Escrevi na ocasião, o seguinte:

logo logo completarei um mês de cardápios semanais.

O cardápio da semana passada sofreu uma pequena alteração, por motivos de: comprei o creme de leite errado para o strogonof e ele virou um sauté de peru. Mas no mais foi tudo bem, tirando o escondidinho de carne que vem sendo adiado há duas semanas.

Essa semana vou fazer diferente meu congelador tem algumas coisinhas que restaram que foram ingredientes de outras semanas, então o cardápio dessa semana não foi olhando pra listinha do brainstorming que aconselhei fazer no primeiro post dessa nova série de posts sobre cardápios semanais. 

Dessa vez fiz uma breve lista do que tinha no meu micro freezer, sim não é microondas é micro freezer, ele é apenas um pouco maior que um microondas, com objetivo de esvaziá-lo ao máximo pra caber pelo menos um pote de sorvete rs, afinal tá começando ainda que timidamente a esquentar e eu há uma semana estou pedalando todos os dias, assunto pra um outro post que eu prometo não enrolar pra fazer, então eu mereço um sorvete de baunilha de Madagascar pra comer com aquela banana empanada que comprei na promoção. :)

Pratos da semana
Escondidinho de carne (enfim foi feito e comido)
Truta com vagem francesa ao alho
Cubos de peru com especiarias e arroz com brócolis 
Filé de peixe com creme e ciboulette e batatas no vapor"

Cheguei a fazer o cardápio da quinta semana que foi mais ou menos cumprido. Meu marido entrou de férias e ele também pilota fogão, porém ele prefere um freestyle na cozinha, já achou que o cardápio parecia muito com escola, já que aqui as crianças almoçam na cantina da escola. Eu confesso que fiquei meio chateada, mas ele viu que na real muitas vezes é estressante ficar pensando o que fazer. Alguns dias eu nem comi a noite porque já tava tarde e à comida ainda não estava pronta ou porque ele não fez nada e atacou as sobrinhas. Enfim, como são férias tá ficando desse jeito, mas agosto chegando as férias continuam pra mim e não pra ele e o cardápio vai voltar por que funciona muito bem. As principais dicas que ficam processo do cardápio, sao:
-Fazer um brainstorm todo seu acervo de receitas e hábitos alimentares cotidianos.
-Se antenar na semana anterior as ofertas do mercado.
-Ficar de olho no que sobrou, planejar receitas com que já tem em casa evitando estocar muitas coisas.

É isso, pessoal!



quinta-feira, 26 de maio de 2016

Cardápio semanal: 3ª semana e receita mexilhões trigo ao leite de cocoe curry




Tava escrevendo e tudo sumiu! Que preguiça de refazer, mas vamos trabalhar a memória pra reescrever o que eu queria dizer.
Então, estou na terceira semana e não tive tempo de postar antes, mas acho que cabem algumas considerações sobre o percurso do cardápio semanal. Eu só faço a janta aqui em casa porque meu filho almoça na escola, marido no trabalho, ele até leva alguma coisa de vez em quando, algumas semanas mais outras menos, e eu se estou na rua me rendo ao famigerado "almoço" francês : baguete com alguma coisa dentro (frios e uma saladinha). Se estou em casa ataco a sobrinha da janta ou se não quero repetir, acabo comendo um sanduíche mesmo. Quando eu comecei o cardápio o filho tava em casa de férias e tava fazendo mais quantidade, agora voltamos a normalidade. 
Sobre a confecção do cardápio 
O cardápio já tava quase pronto no meio da outra semana, se me vinha uma vontade de comer algo ou uma ideia anotava no celular. Ontem, por exemplo, teve uma promoção bem bacana no supermercado mais perto, óbvio que fui dar uma passadinha por lá ver o que tem um preço irresistível e montar o cardápio a partir daí, pode ser um caminho também, que ajuda o bolso a ficar mais leve, desde que não perca o foco e seja o tipo de pessoa compulsiva nas compras e queira comprar tudo que tá na promoção, meu objetivo é conseguir guardar na geladeira pequena tudo o que eu comprar, então não posso fazer a Loka. Ontem já achei umas bananas empanadas e congeladas que eu não resisti! Tenho pouco espaço e isso ajuda a segurar a onda! 

Sobre adaptação do cardápio e fazer o possível

O cardápio que eu proponho pra cá pra casa tem a ver com as disponibilidades das coisas que encontramos por aqui, vocês podem e devem adaptar a realidade do Brasil, ou de onde estiver, eu não vou poder sugerir couve mineira refogadinha, não porque eu não gosto, mas porque aqui nunca achei, assim como minha querida e saudosa batata baroa (ou mandioquinha pra outros) que não tem nem nos produtos exóticos e especiais de outros países. Feijão também não vai aparecer com frequência, meu filho ama e por isso tento fazer pelo menos semana sim e semana não, numa quantidade que ele acabe comendo uns dois ou 3 dias, mas evito viciar ele em feijão, pois houve uma época que ele não comia sem e me dava muito trabalho. Em compensação se eu faço um quibe de forno recheado de camembert ele pode ser adaptado pra ricota que fica uma delícia também sem agredir o bolso de ninguém. O mais legal mesmo é fazer um brainstorming como sugeri no primeiro post, pois assim as ideias que vão aparecer serão os hábitos e costumes alimentares da casa, o cardápio vai ficar mais personalizado, com o paladar da sua casa e com as suas habilidades culinárias. Quem pilhar de comer diferente pode seguir também, é tudo livre a ideia é testar essa coisa de cardápio semanal e diversificar a alimentação, que to adorando e dividir com vocês pra ajudar vocês também! Não se imponham limites acima do que vocês podem e deixem um dia trash, eu sempre deixo sexta ou sábado pra pizzas, hambúrgueres e crepes, coisas tipo lanche e não comida mesmo, porque afinal a gente também gosta de umas besteirinhas também com uma cervejinha e talz.
Comemos salada quase a semana toda, merecemos um descanso rs... Por falar em salada invistam nos molhos e aproveitem as promoções da semana pra diversificar os itens que vão compor a parte menos calórica da refeição. Vou fazer um post só sobre saladas e molhos pra dar uma ajudada, ja postei por aqui um molho super simples dá pra conferir aqui

Agora o cardápio da semana 3!

Dia 1 mexilhão à marinière com trigo ao curry e leite de coco, batatas fritas no forno e salada
Dia 2 spaguethi com almôndegas com molho de tomate turbinado
Dia 3 strogonof de peru com arroz branco, batatas sauté e salada
Dia 4 risoto aspargos com bacon
Dia 5 hachis parmentier (sem medo do nome, é escondidinho de batata e carne moída) e salada
Dia 6 pizzas!
Dia 7 lasanha salmão e espinafre (congelada porque também mereço descanso)

Vou dar a receita do prato de anteontem porque não é muito comum o consumo desses alimentos nas casas brasileiras e vocês podem adotar porque é uma delicia, e o trigo dá aquela variada no arroz, macarrão.

Mexilhão à mariniere

Se for comprar mexilhão compre já congelado cozido e sem a concha, cometi uma vez a loucura de comprar in natura e fresco e dá um baita trabalho lavar, limpar e talz

400gr de mexilhão cozidos e limpos só a carne
1cebola grande em cubinhos
1 colher de sopa de manteiga
1 taça de vinho branco
Salsa a gosto picadinha 
Sal e pimenta a gosto

Numa frigideira derreta a manteiga e ponha as cebolas até refogar um pouco, mas não muito, coloque os mexilhões, mexa um pouco e coloque o vinho com fogo bem alto ajuste sal e pimenta e finalize com salsinha deixe dar uma cozinhada pros sabores se misturarem com fogo baixo por alguns minutos e tá pronto.

Trigo ao leite de coco e curry

200ml de leite de coco
1 cebola pequena 
Óleo de coco
200gr de trigo 
1colher de sopa rasa de trigo
200ml de caldo de legumes
1/2 xic Ervilha fresca ou cubos de abobrinha

Numa panela que você faça arroz coloque um fio de óleo de coco (pode ser outro) e a cebola cortadinha refogue um min e acrescente a ervilha ou abobrinha e deixe uns minutos mexendo de tempos em tempos, acrescente o trigo e mexa mais um pouco e jogue o caldo de legumes o leite de coco e o curry. Deixe a panela semi aberta mexa de vez em quando é espere secar que nem arroz, mas como tem o leite de coco pode deixar um pouco malhadinho como se fosse um risotinho de trigo.

O trigo é assim, pra quem não conhece, fica como uma opção pra variar o arroz e essa mesma receita com um espetinho de frango no lugar do mexilhão também é uma ótima pedida!





sábado, 21 de maio de 2016

Dica de filme : as aventuras de Peabody e Sherman


Ligo a TV basicamente pra colocar vídeo no YouTube ou ver filme na sub ou DVD, ontem pegamos um DVD na biblioteca e quando ligo a TV um cachorrinho muito simpático nos prendeu a atenção e tivemos uma ótima surpresa com 'As aventuras de Peabody e Sherman' um cachorro muito inteligente e multihabilidoso que abraça o desafio de ser pai de um bebê humano! Pra ensinar história pro seu filho ele cria uma máquina do tempo, e não só Sherman aprende como nossos filhos também um filme pra toda família, que prende a atenção e que traz muito mais do que a moral da história presente na maioria dos filmes, passa pela guerra de Tróia, a Renascença com Da Vinci, o antigo Egito... Uma ótima apresentação de grandes personagens da história mundial de uma maneira muito descontraída. É muita reflexão sobre obediência, quebrar acordos e regras impostos pelos pais. 

terça-feira, 17 de maio de 2016

Cardápio semanal: como foi a experiência


Então, no último post dei umas dicas do que eu fiz pra fazer meu primeiro cardápio semanal e esse post é o Feed back pra dizer como foi, óbvio que não anotei tudo que comemos aqui em casa e a memória não é das melhores, óbvio também que o cardápio não foi seguido à risca. Mas foi mesmo uma mão na roda, acho que economizei bastante de supermercado fui bem objetiva e não teve drama do que comer, deixei os dias livres e olhava o cardápio e fazia o que estava mais a fim naquele dia.
Vale também deixar um dia meio em aberto e aproveitar aquela super promoção que está rolando no supermercado, essa semana achei um frango assado e defumado de-li-ci-o-so!!! Por 2,99€ o kilo e a lasanha acabou ficando pra essa semana. 
Vamos lá ver como foi (voltei de viagem numa segunda a semana começou na terça):

Terca risoto de abobrinha aspargos e cogumelos almoço e janta
Quarta empadão de atum no almoço. Frango com legumes e leite do coco na janta (o frango tava previsto pra outro dia, mas o marido tinha descongelado o frango pro almoço então fizemos na janta)
Quinta almoço empadão e a janta não consigo lembrar.
Sexta hambúrguer com cebolas confit e purê de célerie e salada (o purê de célere não tava no cardápio, mas é uma dessas coisas que aparecem que vale a pena incorporar e foi bem mais saudável que a batata frita e o filho comeu muito bem)
Sábado almoço macarrão na manteiga com salada e no jantar omelete divina inspiração do chef de champignon abobrinha e bacon com salada 
Domingo almoço fora, jantar frango defumado com Couscous e salada (o frango da promoção, né?)

Pra essa semana a ideia é e já começou ontem com crepes.

Dia 1 crêpes salgadas e doces  
Dia 2 lasanha bolonhesa e espinafre
Dia 3 feijoada arroz farofa
Dia 4 ratatouille e Couscous com frango grelhado
Dia 5 coquilletes (tipo de macarrão) creme jambom blanc pro filho e 4 queijos pra nós
Dia 6 escondidinho de batata com salada crocante 
Dia 7 peixe empanado purê de abóbora arroz de brócolis 

Inspirem-se economizem tempo, dinheiro e desperdicem menos!





terça-feira, 10 de maio de 2016

Cardápio semanal, uma mão na roda no dia a dia


Estou sempre querendo escrever, mas tempo é coisa escassa, entre filho, trabalho e trabalho de casa, fica difícil. Mas depois que me mudei pra uma casa menor, com uma geladeira menor, resolvi fazer algo que sempre quis e que achava que me daria tempo que é o cardápio semanal. Quem nunca ficou olhando os armários e a geladeira com aquela interrogação na cabeça do que fazer pra comer. Quem nunca fica sem ideia do que cozinhar? Quem nunca sente aquela preguiça na hora que vem a pergunta: o que vamos comer? Sem contar quando você pensa em fazer um prato mas só tem alguns dos ingredientes... 
O cardápio semanal pra começar foi difícil, mas consegui! 
O que eu fiz? 
Primeiro abri um arquivo, porque nao sei mais escrever no papel, mas pode ser num papel e comecei um brainstorming ia escrevendo todos os pratos que gostamos, os que cozinhamos com certa frequência, aquele que a gente sempre esquece mas que quando faz é um sucesso, os pratos do dia a dia, os pratos que são únicos e dispensam acompanhamentos, os acompanhamentos, os pratos principais, molhos que podem combinar com macarrão, gnochi que podem ser de batata e de outras coisas também, fui buscando o maior repertório possível e a maior quantidade de variações e opções. Enfim o que vinha pipocando na mente eu escrevia, assim fiz um listão e depois coloquei umas divisões, tipo pratos únicos, saladas, molhos, acompanhamentos, pros dias frios, pros dias quentes. Que depois fica mais fácil de pescar as opções. Guarde esse banco de dados! Pesquisei muito e poucas pessoas tinham cardápios que me agradavam, então decidi seguir por esse caminho. Uma dica preciosa coloque um alarme no celular, dedique-se a esse brainstorming 10/15min depois faça as divisões, mas estipular um tempo limitado ajuda a render, a teoria do pomodoro e do Fly lady pregam isso, depois posso voltar aqui pra falar desses assuntos.
A partir do cardápio faça a lista de compras e pronto! Uma vez só por semana no mercado! E não ter que pensar o que fazer pra comer todo santo dia! 
Deixo aqui como inspiração minhas opções do cardápio dessa semana e a lista de compras.

Dia 1 Risoto de aspargos, abobrinha, cogumelos e emental
Dia 2 quibe de forno com queijo e salada verde
Dia 3 frango com legumes ao leite de coco e arroz 
Dia 4 macarrão com pesto de rúcula
Dia 5 empadão de atum com salada colorida
Dia 6 salada crua crocante, hambúrguer na mostarda com confit de cebola e batata frita 
Dia 7 lasanha de espinafre à bolonhesa

Compras para 7 dias

Farelo de trigo ou boulgour
Camembert ou brie
Carne moída 
Peito de frango
Brócolis 
Cenoura
Abobrinha 
Berinjela
Beterraba
Leite de coco
Leite
Rúcula 
Creme de leite
Arroz arbóreo
Arroz basmati
Champignons
Manteiga
Farinha de trigo
Farinha integral
Molho de tomate ou tomates para molho
Folhas pra salada
Atum 
Batatas
Cebola
Alho
Mostarda em grãos
Espinafre
Massa de lasanha

Então é isso, pra ajudar, dá pra pensar um dia vegetariano, um dia do prato único, um dia ligth, um dia de comida carregada, um dia pra massas... É assim ir criando a semana... Espero que eu consiga continuar e que possa ter ajudado vocês!


domingo, 28 de setembro de 2014

Sobre o aborto...




Hoje é o dia Latinoamericano pela legalização do aborto! Na minha linha do tempo do facebook pululam mensagem sobre o assunto, a maioria é contra, eu também não sou a favor, eu não teria coragem, mas alguém que chega a essa conclusão não pode ser fadado a morte por falta de recursos. O que me difere dos que são contra é a radicalidade e a defesa, eu posso não concordar, mas em nome de um feto não quero ser uma pessoa da sociedade que assassina mulheres e as aniquila. Onde uma vida constituída vale muito pouco ou nada ao lado de uma que mal começou. Eu sou doula, eu amo estar em partos. Eu defendo o parto humanizado o respeito ao nascimento eu sou pró vida com consciência, mas quero que a dignidade na vida de quem nasce e de quem põe no mundo seja continuada e não dure somente no momento do parto. Existem muitos discursos de "eu fui adotado e tive uma vida feliz!" Que bom, mas vc faz parte da enorme minoria. Entre não nascer e nascer pra sofrer maus tratos, passar fome, viver sem a mínima estrutura, me desculpem, mas nesses casos é melhor não vir ao mundo.
E o discurso de prevenção da gravidez é o único argumento cego que se tem de quem criminaliza o aborto, será que não entendem que não existe nenhum método contraceptivo 100% eficaz? A legalização do aborto não é para transformar esse evento em um ato contraceptivo, por favor, pensar assim é muito pequeno.
Está circulando uma imagem que seria a explicação de um aborto nela o bebê tem 23 semanas! Um bebê fica em média de 37 a 42 semanas para se completar.
Aborto de 23 semanas? Oi? Isso é mais da metade da gestação, os países que legalizaram o aborto fazem o procedimento somente no início da gravidez quando ele nem tem formas humanas definidas. A questão é como homossexualidade, drogas e bebidas. Vc não acha bom pra si, ok? Não faça! Mas não criminalize quem faz. Quando se fala em aborto as pessoas pensam q a mulher não vai se cuidar e aborto vai passar a ser um método anticoncepcional. E o homem? O homem nao precisa se cuidar e ele nao vai nunca ter que conviver com um dilema desses. Não! Não é assim, ninguém quer engravidar de propósito só pra abortar. Apenas é uma questão de não ser hipócrita, o aborto sempre foi feito e vai continuar sendo independente de leis. A diferença é que a rica paga caro e sai tudo bem enquanto a pobre morre como em casos recentes, se sujeita as coisas mais terríveis para conseguir abortar e com chances altíssimasde morte e infecção. Descriminalizar é uma questão de saúde pública. Não quer? Não faz. É contra? Não aborta! Mas quem é a favor da criminalizaçao é assassino e está sendo conivente com um sistema que está matando mulheres todos os dias.

Recomendo a leitura de:
http://www.cartacapital.com.br/blogs/escritorio-feminista/aborto-nao-e-questao-de-opiniao-3068.html
http://leonardoboff.wordpress.com/2014/09/27/discutir-o-aborto-por-amor-a-vida/
http://noticias.r7.com/saude/desde-a-legalizacao-uruguai-nao-registra-mortes-de-mulheres-por-aborto-22072013

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...